Nostalgia: Livros que não esqueci

Todo mundo tem aqueles livros que marcaram sua infância/adolescência, e comigo não poderia ser diferente! Resolvi fazer um pequeno post com os livros que fizeram parte desta minha fase. Sempre que penso em livros que li quando mais nova logo esses me veem a cabeça. Vamos lá? rs

Ritinha danadinha (Pedro Bandeira)

Eu nem lembro quando eu li esse livro, mas eu devia ter uns 10 anos rs. O reli muitas vezes, pois é um livro engraçado e divertido, e de certo modo me identificava com a personagem Ritinha. Adorava ele.

lote-com-11-livros-de-pedro-bandeira-417801-MLB20416117111_092015-F

Para Ritinha, o mundo é do jeito que ela acha que é. Então, porque a língua não pode ser do mesmo jeito?  Se a gente diz que a mamãe está cansada, por que a gente tem de dizer que ela está tomando banho? Não deveria ser tomanda banha? Por que as coisas são tão complicadas, tão sem jeito? Não seria mais fácil se tudo fosse com a Ritinha acha que deveria ser? Com sua criatividade, Ritinha domina o mundo, cria sua própria linguagem, impõe suas ideias, com a graça que só uma criança pode ter!

 

Tudo por um Pop Star (Thalita Rebouças)

Eu particularmente sempre gostei dos livros da Thalita Rebouças, são bem infanto- juvenis e as historias são bem legais, bem aquela fase pré adolescente mesmo, rs. Esse livro é de uma trilogia. Eu li os três, mas acho que gostei mais desse. Pelo menos foi o que me veio na memória primeiro. Muitas meninas se lembrarão dele também!

235049G1

Ao descobrirem que seus maiores ídolos vêm ao Brasil para um show no Maracanã, Manu, Gabi e Ritinha fazem de tudo para ver os gatos garotos bem de perto, vivem uma grande aventura mas… nada, absolutamente nada do que planejam dá certo. Apesar das várias tentativas e técnicas de aproximação, o trio de tietes só se mete em confusão. Uma maior que a outra. A falta de sorte das fãs mais desastradas do mundo é tanta, que elas vão parar na televisão e pagam o maior mico de suas vidas em rede nacional. 

 

Viver um grande amor (Telma Guimarães C. Andrade)

Eu ainda tenho esse livro e já o li e reli muitas vezes rs. É um livro muito legal, super indico ainda rsrsrs.

livro-viver-um-grande-amor-telma-guimaraes-14581-MLB3417625858_112012-F

Tânia tem catorze anos e descobre um dia um bilhete antigo, da época da juventude de sua mãe, dona Lurdinha. Por coincidência, dias depois a jovem acha um bilhete embaixo de sua carteira, na escola. Nele só estava escrito: “Quem senta aqui?” Tânia resolve entrar nesse jogo e, a partir daí, começa a história de um grande, grande amor.

 

Meu suposto namorado (Elizabeth Winfrey)

Esse livro faz parte da coleção Primeiro Amor. Sem dúvidas os livros desta coleção eram os meu favoritos, sério. Eu li entusiasmadamente TODOS. São 18 livros e aconselho todos, são ótimos! Eu encontrei um blog indicando esses livros, quem quiser saber mais é só clicar aqui.

Meusupostonamorado

Quem diria que a esnobe Tashi Pendleton, dona de uma enorme conta bancária, iria namorar um garoto humilde como Michael Hobart? Na verdade, Tashi anda meio confusa ultimamente. Todos os seus sonhos, impressões e até medos sumiram depois de um tombo que afetou sua memória. A única coisa certa no momento é o seu amor por Michael – quando está ao lado dele, Tashi se sente segura e protegida. Mas por que o rosto embaçado que lhe vem à memória não se parece com o de Michael?

 

Depois daquela viagem (Valeria Piassa Polizzi)

Esse livro na verdade é uma autobiografia. Eu li ele umas três vezes. A história é bem envolvente por tratar de um tema tão recorrente que é a AIDS. A história é triste, mas a autora conta de sua superação e como lidou com a descoberta da doença. É bem interessante e serve de alerta quanta a proteção na hora do sexo.

images

No tom coloquial próprio dos jovens, Valéria Polizzi relata com bom humor e descontração as farras com a turma de amigos, a dúvida entre “ficar” ou namorar, o despertar da sexualidade, a angústia diante do vestibular e muitas coisas que atormentam qualquer adolescente. Tudo isso seria perfeitamente natural se não fosse por um pequeno detalhe que iria fazer uma enorme diferença: Valéria contraiu AIDS aos 16 anos porque, segundo ela mesma, “transei sem camisinha”. Neste livro, ela mostra como, de repente, por causa de 4 letrinhas, sua vida passou por uma reavaliação radical. Ela expões, sem meias palavras, como a doença mexeu com sua cabeça e com seus sentimentos.

 

A marca de uma lágrima ( Pedro Bandeira)

Mais um do Pedro Bandeira. Confesso que é um dos meus preferidos, acho que foi o primeiro livro que li e chorei, rsrs. A historia é bem emocionante e encantadora, te envolvendo de uma forma que é impossível não se comover com a vida da personagem. Esse livro é maravilhoso!

a-marca-de-uma-lagrima-pedro-bandeira-13702-MLB2693312042_052012-F

Isabel se acha feia. Será mesmo? Feia ou não, é uma garota genial que acaba escrevendo lindos versos para ajudar o namoro de Rosana, sua melhor amiga, com Cristiano, seu grande amor. A morte da diretora da escola- terá mesmo sido suicídio?- vem alterar sua vida e precipitar os acontecimentos. Isabel foi testemunha de uma cena muito suspeita e se sente ameaçada. A ideia de morte começa a tomar conta de seu cérebro, enquanto seu coração se despedaça pelo amor de Cristiano…

Então, esses foram alguns dos livros que me marcaram e que de alguma forma não os esqueci. E você? Tem algum livro que te marcou, algum livro que lembra suas leituras adolescentes? Já leu algum desses que mencionei? Conta aí nos comentários!

Por hoje é só! Beijos.

 

Por: Bruna Pereira

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Um comentário sobre “Nostalgia: Livros que não esqueci

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s